siga-nos
TwitterFacebookLinkedIn

 
 
 
 



RFID

Quando falamos sobre Leitura de Dados de Controle, dizemos que ela pode ocorrer de diversas formas, dependendo do local de instalação.

Algumas tecnologias necessitam de interação humana, enquanto outras são automáticas.De qualquer forma, todas podem ser implementadas em uma única solução, que porventura necessite trabalhar de forma mista.

Seguem alguns exemplos de recursos que podem ser utilizados na solução:
  • Código de Barras
  • Etiquetas de Radio Frequência
No que diz respeito à tecnologia empregada nestes processos de captura de informações, para a comunicação podem ser utilizados diversos tipos de tecnologia de transferência de dados, em padrões que podem ser utilizados de forma única ou em soluções híbridas:
Wi-Fi
  • Tecnologia difundida no mercado
  • Fácil implementação
  • Inúmeras Aplicações
RFID
  • Tecnologia com leitura e escrita em movimento
  • Não necessita de interação humana
  • Etiquetas próprias para ambientes hostis

Tecnologia RFID

Radio frequency identification - identificação por radiofrequência

Definição:

RFID é um método que utiliza ondas eletromagnéticas para acessar dados armazenados em um microchip acoplado a uma pequena antena identificando automaticamente o objeto nele fixado.

Sistema RFID

Um Sistema de RFID básico é composto por quatro componentes:
  • Etiquetas
  • Antenas
  • Leitores
  • Aplicação (Middleware RFID)

Etiquetas RFID

Definição:

Etiqueta, também conhecida como transponder, contém dados que são transmitidos ao leitor quando interrogada.

A função de uma etiqueta de RFID é anexar fisicamente dados sobre um objeto.

Cada etiqueta possui um mecanismo interno para armazenar e comunicar estes dados.
Componentes principais:
  • Antena: Recebe e transmite as ondas de radiofrequência.
  • CI: Microprocessador.
Tipos de etiquetas:
  • Ativas:
    • Possuem um transmissor e uma bateria interna que fornece energia para a comunicação da etiqueta, por esta razão as etiquetas ativas podem significativamente melhorar o alcance da comunicação entre a etiqueta e o leitor.
  • Semi-Passiva:
    • São híbridas das etiquetas Ativas e Passivas. Este tipo de etiqueta possuiu uma bateria de baixo custo que é usada para alimentar os circuitos elétricos internos, porém não possuem transmissor. As etiquetas Semi-Passivas apenas operam quando elas recebem uma potência do leitor.
  • Passivas:
    • Se caracterizam por não necessitarem de baterias internas. As etiquetas Passivas precisam estar na presença do campo eletromagnético recebendo energia suficiente para se comunicar.
Principais características:
  • Segurança:
    • Podem ser criptografas.
    • Possuem área de senha para escrita.
  • Área de escrita:
    • As etiquetas tem área de 96 bits para escrita.
    • Algumas possuem área de usuário com tamanho de 256kbits para armazenamento de dados.
    • Ciclo de leitura e escrita:
    • As etiquetas podem ser escritas milhares de vezes.
  • Padronização:
    • EPCGlobal - GS1.

Antenas RFID

Definição:

São fundamentais para a comunicação entre leitores e etiquetas.

É um meio para irradiar ou receber ondas de radio, e seu tamanho é relativo ao comprimento de onda.

Entender as diferenças entre as antenas é essencial para selecionar ou desenvolver a antena adequada para o sistema de RFID.

Uma antena é um transdutor de ondas que propagam em meios confinados tais como, cabos coaxiais, guias de ondas, linhas bifilares, enfim, entre linhas de transmissão e a propagação do espaço livre, que possui como meio de propagação o ar ou o vácuo.

Tipos de transmissão:
  • Isotrópica:
    • Transmite numa esfera perfeita em todas as direções
  • Omnidirecional:
    • Transmite apenas para os lados
  • Direcional:
    • Transmite somente em uma direção

Leitores RFID

Definição:
São responsáveis por:
  • Criar e amplificar sinais de radiofrequência e envia-los por uma antena.
  • Receber a resposta da etiqueta, amplificar e demodular esse sinal.
  • Organizar os dados e armazena-los em um computador.
Tipos de leitores:
  • Portáteis:
    • Grande mobilidade
    • Locais de difícil acesso
    • O usuário leva o leitor até o objeto
  • Fixos:
    • Locais específicos
    • Rastreamento automático
    • Tempo real
  • Embarcados:
    • Montados em placas de circuito impresso em conjunto com outros equipamentos de maneira interna

Aplicação (MIDDLEWARE RFID)

Definição:

O Middleware RFID consiste em uma série de componentes de software que age como uma ponte entre os componentes do Sistema de RFID e o software corporativo.

De uma maneira geral, empregamos o Middleware RFID quando:
  • Número de clientes é alto;
  • Tráfego intenso de informações;
  • Acesso ao serviço é denso;
  • A alta disponibilidade dos serviços é crucial.

RFID - Solução

  • Tags
  • Readers
  • Infraestrutura de Software
  • Integração com Sistemas Legados
No que diz respeito ao hardware utilizado na operação do sistema, a solução pode utilizar Coletores Manuais de informações, utilizado para efetuar a leitura de dados em campo (por RFID ou código de barras), ou ainda hardware específico para ser utilizado em locais controlados.

A partir daí, a leitura das etiquetas de identificação será feita automaticamente através de leitura por RFID, que possibilita validação dos itens monitorados, através de interação via software.

RFID Benefícios

AGILIDADE
  • Rastreabilidade
  • Visibilidade, qualidade e segurança
  • Inventário "vivo"
  • Posição em tempo real dos itens em estoque
  • Consultoria Especializada de Implantação
  • Desenvolvimento de hardware conforme necessidades específicas
  • Integração logística
SEGURANÇA
  • Alertas para movimentações não autorizadas
  • Acesso controlado
  • Eliminação de processos manuais
  • Certificação de documentos
  • Auditoria dos processos
  • Alertas por e-mail, sms, sonoro, visual
  • Contingência por código de barras
  • Criptografia e Certificação Digital
MONITORAMENTO
  • Dashboard operacional
  • Implementação de indicadores gerenciais
  • Cadastro dos itens
  • Suporte
  • Manutenções preventivas e corretivas

RFID Serviços

PRÉ-PROJETO
  • Levantamento das características do local
  • Mapeamento dos itens e dos pontos
  • Verificação do ambiente e fluxo de pessoal
  • Características especificas de trabalho
  • Site Survey
  • Entendimento de todos os requisitos necessário no projeto
  • Integração com Sistemas Legados
PROJETO
  • Definição de locais de instalação
  • Quantidade de pontos monitorados
  • Tipos de etiquetas
  • Tipos de encapsulamento
  • Quantidade de antenas
  • Dados de integração de software
  • Ajuste e adaptação de middleware
  • Customização
  • Implantação
  • Piloto
PÓS-PROJETO
  • Treinamento
  • Colagem das etiquetas
  • Cadastro dos itens
  • Suporte
  • Manutenções preventivas e corretivas

 
 

Copyright © 2011 Mentore IT Consultoria - Todos os Direitos Reservados
 
Cadastre-se
 
 
 
 
 
Apresentação Digital
Para Visualizar
 
 
 
Powered by RMC Brothers